7 de agosto de 2014

"Boa noite amiguinhos! Ontem escrevi algo sobre o abandono dos animais e a nossa indiferença frente à esta situação.Hoje quero alertá-los sobre a importância do chip.
Eu e meu marido, conseguimos entregar um cão perdido e ferido à sua dona. Ele estava perdido e visivelmente assustado. Fomos averiguar se tinha chip e para nosso espanto e contentamento tinha o mesmo e devidamente registado. Final feliz, como calculam.
Tenho na minha casa dois cães que me " adotaram"e outro que apareceu quase morto. Este tinha chip, mas não estava devidamente registado.Não basta por o chip, minha gente, pois a junta tem que registá-lo. E não é o primeiro caso a me acontecer. Há um tempo atrás apareceu um labrador na minha casa. Telefonei ao Dr Carlos, veterinário da câmara e ele encontrou o dono.
Espero que este pequeno testemunho sirva para alertá-los da importância deste aparelho, aparentemente tão simples, mas que pode salvar uma vida e resgatá-lo ao seu devido dono."
Luiza da Costa Farias 

Sem comentários:

Enviar um comentário