7 de agosto de 2014

"Hoje estou naqueles dias que pergunto-me do que é feito o ser humano. Realmente qual é a sua verdadeira essência. Hoje, como quase todos os dias, deparei-me com mais uma situação de um animal abandonado. O que faz o ser humano abandonar o seu animal à sorte? Ao frio,à fome, à morte lenta pelo sofrimento. Onde está o amor pelo seres vivos? Por que que tanta crueldade? E por que tanta indiferença ao que está acontecendo? Não sei se o pior é aquele que abandona ou se é aquele que lhe é indiferente quando o vê na rua com fome, atropelado... Até quando vamos ficar na acomodação, na frieza e na indiferença? Desculpem amigos, gostaria de falar coisas agradáveis, mas o mundo não é só colorido, também torna-se escuro quando estas almas tão pouco lapidadas o representam. Não vamos deixar nossa espécie ser tão mal representada. Vamos fazer a diferença e mostrar à esta gente o verdadeiro significado da palavra AMOR. Afinal, os animais também sentem, porque também tem sentimentos."
Luiza da Costa Farias

Sem comentários:

Enviar um comentário