28 de julho de 2015

MEIGA



nome: MEIGA
local: Manteigas, numa FAT muito temporária.
Fêmea, jovem, sem raça definida.
Esta cadela, ainda muito jovem, esteve abandonada num parque de merendas em plana Serra da Estrela. Faminta e magra aproximou-se de todos os que lhe deram carinho e comer mas foi ficando dias e dias. A Gabriela não a deixou ficar e recolheu-a em casa muito temporariamente porque dentro de dias vai de férias.
Muito meiga e carente
Gabriela, 962 588 254


27 de julho de 2015

VOLUNTARIADO



SER VOLUNTÁRIO
Segundo definição das Nações Unidas, "o voluntário é o jovem ou o adulto que, devido a seu interesse pessoal e ao seu espírito cívico, dedica parte do seu tempo, sem remuneração alguma, a diversas formas de atividades, organizadas ou não, de bem estar social, ou outros campos."

PRECISAMOS DE TI, ELES PRECISAM DE TI
contacta a associação e neste verão faz a diferença na vida dos nossos meninos
quatropatasefocinhos@gmail.com

22 de julho de 2015

ADOÇÃO URGENTE



URGENTE SANGALHOS, perdida ou abandonada??

"Encontrei uma cadelinha em Sangalhos mais perto de Oliveira do Bairro.
Muito mansinha, e assustada de andar pela estrada, eu e um amigo recolhemo-la mas não conseguimos te-la connosco muito tempo por não vivermos em casa própria e por já termos bastantes, ele 6 e eu 14 visto que o meu pai é caçador. Temos esperança de encontrar o dono ou alguém que fique com ela e que a cuide bem."
Mário Gonçalves: 913803465

APELO URGENTE MEALHADA


URGENTE, ADOÇÃO OU FAT
nome: CHARLIE CHAPLIN, pode andar perdido
local:Mealhada 
Macho, 1ano, porte médio, sem chip nem coleira. 
Apareceu junto à Escola Profissional da Mealhada, cheio de fome e sede. Parece que já vem desde Anadia a caminhar 
Contacto: 918315185

17 de julho de 2015

CUIDADOS A TER EM VIAGEM

Resultado de imagem para animais no carro
imagem retirada de divaveterinario.com.br
O jornal Sol (Sol.pt) deixa 7 conselhos para quem viaja com animais:
1. Duas palavras: documentação e veterinário: Quando se viaja com um animal, é importante ter toda a documentação em dia, especialmente o registo e o boletim de vacinas. No caso das viagens longas, não se esqueça de marcar uma consulta no veterinário antes de partir, para assim ter todas as informações necessárias para proteger o seu animal durante toda a viagem.
2. Prepare a viagem com antecedência: Mudar de ares pode ser sinónimo de descanso para muitos seres humanos, mas nem sempre é o caso nos animais de quatro patas. Uma viagem pode ser stressante para eles e, para os acalmar, o ideal será andar de carro nas semanas anteriores para se habituarem. Outro dos pontos a ter em conta é a alimentação. Corte um pouco na ração antes da viagem, para não ter de lidar com enjoos ou surpresas menos agradáveis.
3. Animais de médio e grande porte: Os cuidados a ter também variam consoante o tamanho do animal. A melhor solução para os animais maiores é ter a mala do carro sem a prateleira, ainda que possa sempre optar por usar um cinto de segurança especial ou uma transportadora de tamanho adequado. Se optar por levá-lo à solta na bagageira, não se esqueça de colocar uma rede, ou grelha divisória, entre a mala e os bancos traseiros.
4. Animais de pequeno porte: Para os animais mais pequenos, a caixa transportadora ou o cinto de segurança específico são boas soluções. Podem ser colocadas nos bancos traseiros ou na bagageira do carro, mas sem a prateleira. Se tiver gatos, que costumam ser animais que não gostam de sair da rotina e que se assustam facilmente com ruídos, escolha mesmo uma transportadora. Se quiser, pode cobri-la com um pano, mas tenha atenção para não o ‘sufocar’ de calor.
5. Outros animais: No caso de ter hamsters ou pássaros, estes devem ser transportados nas suas gaiolas habituais, com comida e água, e, se possível, tapadas com um pano.
6. Tome atenção à temperatura e ventilação: Tente manter o seu veículo o mais refrescado possível. Os animais são muito sensíveis à temperatura, especialmente quando está calor. A solução ideal é ter o ar condicionado ligado, mas se escolher abrir os vidros traseiros, não os abra completamente para eles não irem com a cabeça de fora e para não saltarem para a estrada. Se sair do carro e não os levar consigo, não se esqueça de deixar os vidros um pouco abertos.
7. Faça mais paragens: Nas viagens grandes, vai ter de parar várias vezes para poder passear o seu cão e ele poder fazer as suas necessidades. Caso não consiga fazer pausas, forre o carro com tapetes absorventes e outro tipo de protecções. Já diz o ditado, mais vale prevenir do que remediar.
Veja mais aqui.

ANADIA, todos adotados


todos adotados

16 de julho de 2015

OUTROS COMO NÓS - O CANTINHO DA LILI

Cantinho da Lili

O Cantinho da Lili precisa de ajuda urgente. Precisa de ração ou de donativos para a comprar. 
Conheça melhor o Cantinho da Lili aqui.
 Os patudos agradecem.

ADOTADO, BÓRIS


ADOTADO, para ler até ao fim, obg Salomé Dias
BÓRIS
 
 
"Lembro-me perfeitamente quando nas vésperas do Natal de 2013 nos ligaram que um cachorro tinha sido atropelado e deixado para trás. Mais um, pensei eu. A passarmos por uma fase complicada na associação e sem dinheiro não virámos as costas. Lá fui eu contigo de noite para o Hospital. Eras lindo e já com a tua personalidade de rezingão. Sim, ainda me lembro que me mordeste quando estávamos na sala de espera. Lembro-me tão bem como eu pensava para mim mesma "é incrível como não consigo ter paz, nem à noite, sempre a aparecer cães". Ficaste entregue ao melhor sítio, com os melhores profissionais, em que eu continuo a acreditar cegamente no que me dizem.
No dia a seguir estavas melhor, já sem dores, mas eu só te fui visitar dois dias depois. As radiografias revelaram uma vértebra quebrada e a única hipótese era tentar uma cirurgia à coluna, caríssima e com poucas probabilidades de resultar. Com uma dor no coração não autorizei a cirurgia, era demasiado cara para os efeitos que teria. Três semanas depois, já em 2014 fui buscar-te e, mais uma vez, não sabíamos o que fazer contigo, lá tiveste que ficar em minha casa. Saí a pensar "é um cão paraplégico, por isso alguém vai ter pena de ti e vai adotar-te", mas com recomendações de fazer fisioterapia em casa e de tentarmos reabilitar os músculos para que, mesmo sem conseguires andar, conseguisses movimentar-te e subir escadas. Trouxe os teus exames e mostrei-os a todos os médicos mas o prognóstico era sempre o mesmo: vértebra quebrada = paraplégico.
Lá começou a nossa saga diária: massagens nos músculos, pano na barriga e caminhar. Em seis meses desisti tanta vez, naqueles dias em que saia ao sábado mas mesmo assim tínhamos que trabalhar, fosse de tarde ou madrugada dentro. Pensei tanta vez que queria que tivesses morrido no acidente, tanta, mas tanta vez. Odiei-te e fartei-me de ti tanta vez. Até naquelas vezes em que te magoei e tu me mordias. Mas depois eu abraçava-te e tu gostavas. E ficávamos no jardim, o único sítio onde não escorregavas, a olhar um para o outro e quase a desistir, eu e tu. Seis meses depois, altura da festarola da terra, eu olhei pela janela e tu estavas em pé encostado à parede. Foi festa em casa também e foi quando percebi que o nosso esforço nunca é em vão e que as horas e horas de choro, de tristeza e de quase desistir já não faziam sentido. Foi quando eu tive a certeza que merecias o nome de Bóris, o nome do cão mais especial que tive até hoje e que eu acreditava que tu também eras.
Semanas depois tu já não andavas, já corrias e saltavas e quando te levei ao Hospital ninguém acreditava que fosse possível. A vértebra quebrada continua lá, mas às vezes a vontade é maior. Tantas discussões criaste lá em casa, porque fazias xixi em todo o lado, porque às vezes mordias, porque estragavas as árvores, porque espalhavas a comida, por isto, porque aquilo...
A tua adoção tornou-se urgente, mas um ano e meio depois lá continuas em minha casa e as minhas esperanças que encontrasses um lar definitivo quase não existiam. Sabia que um dia ias para o abrigo. Até que um dia recebo uma chamada a dizer que gostaram do Bóris na fotografia, contei como eras, contei a tua história e no dia seguinte foste conhecer a tua casa nova. Estás tão feliz agora. Chorámos os dois quando te foste embora mas sei que tinha que ser e que estás melhor agora, as condições são as ideais para ti.
Estás grande e lindo, com a mesma personalidade rezingona de sempre, mas continuas a ser o único cão que conheço que adora abraços. Vais ficar sempre no meu coração e também sei que fico no teu. O que passámos juntos só acontece de vez em quando, a luta que travámos é rara mas os resultados são únicos.
Quero que no resto da tua vida sejas tão feliz quanto mereces e que a merda das pessoas que te puseram na rua não o sejam.
Tenho saudades de te ver pela janela, e as meninas cá de casa também têm, mas mandam beijinhos.

Da tua família de acolhimento,"

15 de julho de 2015

"marca o teu território" BAZAR das Patinhas

"marca o teu território"
1 par de patas, brancas, pretas ou prateadas

BAZAR das Patinhas - 2,5€

nib:0038 0000 40009220771 56 Banif
manda msg ou para quatropatasefocinhos@gmail.com


14 de julho de 2015

PATETA



nome: PATETA
local: Mealhada 
Macho, 2 meses, lindo, lindo lindo
contacto: 918315185

ACÇÃO DE SENSIBILIZAÇÃO



A associação Quatro Patas e Focinhos realizou uma palestra de sensibilização para quase uma centena de jovens na semana "Ser Bombeiro por Um Dia", dos Bombeiros Voluntários de Anadia. Esterilização, microchip, cuidados a ter com animais e sensibilização para o não abandono foram temas discutidos. 
Agradecemos o convite feito pela Comandante Ana Matias e pela sensibilização desta corporação para a temática animal. 

7 de julho de 2015

6 de julho de 2015

ROBIN


URGENTE LISBOA
 ROBIN
local: Lisboa
Macho de porte médio, adulto, desparasitado e vacinas em dia.
este pequeno precisa de uma família, habituado a estar me casa e com idas regulares à rua, sociável com outros animais. Não exite mande um mail à Isabel e saiba mais sobre o Robin.
contacto: 919670661 ou isabelferreira1976@hotmail.com

APELO SANGALHOS



Gatinho Preto para adoção responsável,
2 a 3 meses
Sangalhos
contacto: Magda, 917919446


4 de julho de 2015

APELO - ANADIA-


Gatinha para adoção em Anadia - LILA
ritasantos96@live.com.pt 
910170255

QUIM - URGENTE -



QUIM, Coimbra
Macho, porte pequeno/médio, jovem adulto, muito meiguinho e sociável.
Uma amiga dos animais pediu-nos ajuda para encontrar uma família que proteja, cuide e mime muito este patudo que recolheu da rua. Sabendo que era alvo de maus-tratos e que corria o risco de ser envenenado, não conseguiu ficar indiferente. Apesar de já ter mais cães em casa; recolheu-o, tratou-o e deu-lhe todo o carinho do mundo … apesar de saber não ter condições para o manter.
Está com o coração apertado porque tem noção que não o pode proteger por muito mais tempo e entrega-lo num canil era o que queria evitar a todo o custo.
Vamos todos ajudar a encontrar um lar com uma família 5 estrelas para estes tesouros.

contacto 918315185

SNOOPY, adotado


adotado
SNOOPY


ANTES E DEPOIS TINA

ANTES E DEPOIS GASPAR

ANTES E DEPOIS SCOTT

2 de julho de 2015

resolvido



Este rapaz teve mesmo sorte, encontrou-se uma srª que o adota, a associação promove a castração.

ANTES E DEPOIS LINDA

Temporáriamente resolvido


Neste momento um dos donos conseguiu condições para o manter na família.

 
URGENTE AVEIRO/MEALHADA
macho, porte médio, habituada a apartamento, meigo.
918315185 ou 914394373
"Bom dia, é com muita pena minha que vos pergunte se podem receber mais um cão nas vossas instalações? Eu e o meu colega de casa adoptámo-lo nesta mesma associação há cerca de 2 anos e meio mas infelizmente as nossas vidas mudaram muito nestes últimos tempos e vemo-nos impossibilitados de o manter. Temos tentado nos últimos meses arranjar um novo dono para ele mas não ta fácil.
Enquanto ele já imigrou, sexta feira é a minha vez de emigrar e não temos onde deixar o pequeno."

LUCAS, adotado :)


ADOTADO :)
nome: LUCAS

1 de julho de 2015

PANDA, adotado


ADOTADO :)
PANDA

BIGODES e o PATAS


BIGODES e o PATAS
URGENTE MOITA, Anadia. 2 cães ainda bebés para adoção 

local: Centro Social da Moita, Anadia
Dois bebés MACHOS, 3 meses, porte médio, desparasitados externamente.
A mãe aparece na fotografias (branca de cabeça preta), o pai é desconhecido. O porte da mãe não passa a altura de joelho, 40 a 50 cm de altura.
contacto: 231 512 868
cspmoita@gmail.com
cspma@sapo.pt

BRANQUINHA, adotada


ADOTADA :)
BRANQUINHA

COMO AJUDAR



COMO AJUDAR? 
Peça por mail este folheto, imprima e divulgue nos comércios da sua zona. 
quatropatasefocinhos@gmail.com

GIL

GIL ADOTADO :)