17 de julho de 2015

CUIDADOS A TER EM VIAGEM

Resultado de imagem para animais no carro
imagem retirada de divaveterinario.com.br
O jornal Sol (Sol.pt) deixa 7 conselhos para quem viaja com animais:
1. Duas palavras: documentação e veterinário: Quando se viaja com um animal, é importante ter toda a documentação em dia, especialmente o registo e o boletim de vacinas. No caso das viagens longas, não se esqueça de marcar uma consulta no veterinário antes de partir, para assim ter todas as informações necessárias para proteger o seu animal durante toda a viagem.
2. Prepare a viagem com antecedência: Mudar de ares pode ser sinónimo de descanso para muitos seres humanos, mas nem sempre é o caso nos animais de quatro patas. Uma viagem pode ser stressante para eles e, para os acalmar, o ideal será andar de carro nas semanas anteriores para se habituarem. Outro dos pontos a ter em conta é a alimentação. Corte um pouco na ração antes da viagem, para não ter de lidar com enjoos ou surpresas menos agradáveis.
3. Animais de médio e grande porte: Os cuidados a ter também variam consoante o tamanho do animal. A melhor solução para os animais maiores é ter a mala do carro sem a prateleira, ainda que possa sempre optar por usar um cinto de segurança especial ou uma transportadora de tamanho adequado. Se optar por levá-lo à solta na bagageira, não se esqueça de colocar uma rede, ou grelha divisória, entre a mala e os bancos traseiros.
4. Animais de pequeno porte: Para os animais mais pequenos, a caixa transportadora ou o cinto de segurança específico são boas soluções. Podem ser colocadas nos bancos traseiros ou na bagageira do carro, mas sem a prateleira. Se tiver gatos, que costumam ser animais que não gostam de sair da rotina e que se assustam facilmente com ruídos, escolha mesmo uma transportadora. Se quiser, pode cobri-la com um pano, mas tenha atenção para não o ‘sufocar’ de calor.
5. Outros animais: No caso de ter hamsters ou pássaros, estes devem ser transportados nas suas gaiolas habituais, com comida e água, e, se possível, tapadas com um pano.
6. Tome atenção à temperatura e ventilação: Tente manter o seu veículo o mais refrescado possível. Os animais são muito sensíveis à temperatura, especialmente quando está calor. A solução ideal é ter o ar condicionado ligado, mas se escolher abrir os vidros traseiros, não os abra completamente para eles não irem com a cabeça de fora e para não saltarem para a estrada. Se sair do carro e não os levar consigo, não se esqueça de deixar os vidros um pouco abertos.
7. Faça mais paragens: Nas viagens grandes, vai ter de parar várias vezes para poder passear o seu cão e ele poder fazer as suas necessidades. Caso não consiga fazer pausas, forre o carro com tapetes absorventes e outro tipo de protecções. Já diz o ditado, mais vale prevenir do que remediar.
Veja mais aqui.

Sem comentários:

Enviar um comentário