9 de maio de 2016

ESTRELINHAS


ESTRELINHAS frown emoticon
Há alturas em que não conseguimos fazer mais. Em que tentamos e tentamos com todo o nosso coração mas não conseguimos.
Quando dizemos que não, não quer dizer que não queremos fazer. Quer dizer que não conseguimos, que já tentámos e não deu.
Quando dizemos que o abrigo está cheio, é porque está.
Mas não fazermos o ideal não é não fazermos nada. É, pelo menos, tentar.

Estavam dois cães na rua em Mogofores há tanto tempo que todos os conheciam e todos os tinham como amigos.
Podíamos tê-los recolhidos nestes meses todos, mas com tantos animais em situações mais urgentes e com estes tão bem integrados e controlados, deixámos estar.
Deixámos estar até ao dia em que foram envenenados e apareceram os dois mortos.
Se alguém os matou ou foi um acidente, nunca vamos saber.
Só sabemos que foi uma lição muito crua e pesada. Ficamos a saber que tentar não é suficiente.
Mas sabemos também que não podíamos ter feito mais.
Como tantos outros, estavam apenas alimentados e para adoção.

A si, que nos pede ajuda, acredite, se não fazemos mais é porque não conseguimos mais.

Sem comentários:

Enviar um comentário