29 de junho de 2016

É ISTO...


E é assim que somos recebidos quando chegamos ao abrigo a um sábado de manhã. 
Com um bebé grande preso à porta. Seja cruzado de pittbul, seja o que for. É um cachopo carregado de ternura, muito calmo e querido. 
Com uma atrofia nas patas de trás que o faz andar de uma forma engraçada, que o faz tropeçar por tão brincalhão ser. Mas que não o faz menos de nenhum outro ser vivo. 

Não lhe faz merecer ter sido acorrentado à porta de uma associação a meio da noite. 
Ele não merecia isto.
A m*rda de pessoa que lhe fez isto merecia tanto que lhe acontecesse pior. 

É um bebé, é cruzado de pittbul e tem uma atrofia nas patas traseiras, é isto.
E por isto ele merecia o mundo, não merecia isto.
Não temos as condições que ele merece. Mas ele não sabe isso porque as pessoas para ele continuam a ser tudo.
Está há duas horas preso no sítio onde o encontramos porque não sabemos o que fazer.

Sem comentários:

Enviar um comentário