18 de junho de 2016

FÉLIX O CÁGADO


ASSOCIAÇÃO QUATRO PATAS & FOCINHOS EM CONJUNTO COM O CERVAS E
O CIA DEVOLVEM CÁGADO AO SEU HABITAT NATURAL
Aos 24 dias do mês de abril, Isabel Oliveira ia para o abrigo, onde é voluntária da Associação Quatro Patas & Focinhos, quando se deparou com algo no seu caminho.
Parou o carro e verificou que se tratava de um cágado que se encontrava em mau
estado fitossanitário. Recolheu-o e deslocou-se ao veterinário que numa primeira análise tratou da ferida.
Foi entregue às entidades competentes que depressa o entregaram no CERVAS
(Centro de Ecologia, Recuperação e Vigilância de Animais Selvagens).
O cágado-mediterrânico (Mauremys leprosa) é um cágado da família Geoemydidae.
Está presente na Península Ibérica e Sul de França, no Norte de África (Marrocos,
Argélia e Tunísia).
O Mauremys leprosa é um cágado autóctone / nativo, espécie mais comum e de
maiores dimensões (até 21 cm), de coloração castanho-esverdeada, com linhas
alaranjadas no pescoço e patas.
É uma espécie ameaçada e as principais ameaças são:
• Destruição, alteração e poluição das zonas húmidas;
• Capturas ilegais;
• Introdução de espécies exóticas.
Depois de feito o diagnóstico (fratura na carapaça, provavelmente derivado de uma
mordedura ou queda) e recuperado, o Félix (nome de batismo) foi devolvido ao seu habitat natural, no Rio Cértima, a 28 de maio de 2016.
Contamos-lhe esta história para que saiba que não tratamos só meninos de pêlo e bigodes, mas de todos os animais!

Sem comentários:

Enviar um comentário